quarta-feira, 9 de maio de 2012

11. Por aí









No terreiro eu passo por ti
Mas da graça eu vejo-te nua
Quando um pombo te olha, sorri
És mulher da rua
E no bairro mais alto do sonho
Ponho o fado que soube inventar
Aguardente de vida e medronho
Que me faz cantar

2 comentários:

João Gata disse...

Estas fotos são tuas????
wow!

Alexandra disse...

:) I wish!

Tiradas todas do Tumblr.