terça-feira, 22 de maio de 2012

Verde militar

Ando um pouco desligada dos tons pasteis ou, pelo menos, os usados sem parcimónia da cabeça aos pés (não é que não goste, simplesmente, estou farta de ver rapariga/mulher sim rapariga/mulher sim assim vestida na rua) e um tanto obcecada por outra cor, desde o final do Verão do ano passado.

Fugindo aos tradicionais preto, azul, castanho, bege (já poderei dizer bege?), é um tom que serve lindamente de base para qualquer visual e liga muito bem com qualquer cor. Gosto (prefiro) daquela fórmula simplista cor base + branco mas, se correrem toda a paleta de cores, nenhuma ficará desvalorizada se conjugada com um verde militar. Tanto para nós como para eles.

Não me refiro ao verde nas parkas, muito visto, nem em qualquer outra parte de cima mas em umas simples calças para servir de base a muitas ideias.

Tenho umas cargo assim, velhas, velhinhas, qualquer dia na beira do vintage, bem largas mas queria tanto outras mais justas, actuais, cargo, com pinças ou até umas calças mais formais para o dia-a-dia de labuta. Alguém sabe onde encontrar? Um verde militar assumido, não estas amostras meio a puxar o pastel ou com muitas lavagens que proliferam nos cabides de Lisboa. 

Nos últimos anos, lá tem aparecido timidamente desta forma, há quem faça a aposta certa e tenho coleccionado várias fotos que me tiram do sério. Que me dizem? Se souberem onde comprar, avisem-me!

 
As cargo da Jules, que lá vão aparecendo de vez em quando.

  
Adorei esta versão manchada de tinta dourada. (Retirada do Pinterest.)

 A Silvia tem vários posts com calças em verde militar. Deve ter sido lá que me apaixonei.

 
 Outra Silvia, do Lady Addict

Retirada do Pinterest mas tenho cá para mim que esta miúda é a Aimee.


Encontrada no Pinterest, pertence aqui.


Todas na versão mais comum e simples, verde + camisa/t-shirt branca.



 (Todas retiradas do Tumblr.)

Neles.



6 comentários:

Bruno Carmona disse...

Gosto bastante de ver, nelas e neles. Mas num corte elegante não baggy nem com bolsos monstruosos.

Também gosto de apontamentos camuflado (lenço, gravata, bracelete do relógio). O Nick Wooster é um mestre neste tema.

Raquel Poderosa disse...

os pasteis também já me andam a enjoar. gosto muito do teu blog :)
(o meu coitadinho, já não lá vou há bastante tempo, não tenho tido inspiração, estou-te já a avisar se fores lá já sabes, beijinhos*)

Raquel Fernandes disse...

Tenho umas muitoooo velhinhas mas sim tens razão... Preciso de uns cargo!

Alexandra disse...

Bruno, até baggy gosto, no contexto certo.

Camuflado, idem! O Nick Wooster é uma espécie de deus...

Raquel Poderosa,

Obrigada! Vou lá espreitar.

Raquel Fernandes,

A primeira a encontrar umas giras avisa a outra. :)

Jo, the carrot disse...

ja ha bastante tempo que rompi as minhas e depois fui deixando passar...esteem janeiro, quando ainda se abominava militar-ga-style-buesda-fexon eu comprei umas igualinhas à jules a 5,99 nos saldos zaristicos de inverno e umas de camuflado discreto por quase outros tantos trocos.

poxa, é intemporal mas ja enerva ver as petites princesses que só usam tutus a botarem jaquetas da tropa pra cima de qualquer bikine!

Alexandra disse...

Bem, isso é que é ler! Foste ao tempo em que os comentários eram moderados!

Ando um pouco triste, agora toda a gente vai andar assim! Já comprei umas justas e simples. Daqui a uns meses, ficarãos em uso, certamente!